QUEIMA DO ALHO JACUTINGA 2015

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Matadouro municipal é interditado após denúncia em Jacutinga, MG

sábado, 29 de agosto de 2015
video

A Prefeitura de Jacutinga (MG) interditou o matadouro municipal por suspeitar que o sangue do abate de bois estaria sendo despejado em um córrego da cidade. O riacho deságua no Rio Mogi Guaçu, de onde é retirada a água para abastecer o município. A denúncia foi feita pelo vereador Valdecir Pereira (PP), que fez imagens do local.
Pereira registrou ainda um boletim de ocorrência. Ele alega que o líquido é formado por sangue e restos de animais que vêm diretamente do abatedouro e que o despejo acontece de madrugada quatro vezes por semana, nos dias de abate.
As fotos mostram o córrego com uma água avermelhada. Já no vídeo, é possível ver que o líquido desce por um encanamento e forma uma espuma.
"Acredito que esse sangue desceu do matadouro por todo esse tempo, antes de ser levantado pela madrugada, porque a população só conseguiu enxergar a partir do momento que os urubus começaram a baixar na localidade, esse sangue estava sendo consumido pela nossa população depois de um tratamento que, no meu entender, é muito precário na estação de tratamento de água do município", afirma Pereira.
Líquido é despejado e gera espuma e coloração avermelhada no córrego (Foto: Reprodução EPTV)Líquido é despejado e gera espuma e coloração avermelhada no córrego (Foto: Reprodução EPTV)
Segundo Eduardo Henrique Grisolia, secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, o resíduo dos animais deveria ser levado por uma bomba elétrica até uma caixa, para depois ser recolhido por um caminhão e ter a destinação adequada. A bomba, no entanto, está quebrada, e o cano do reservatório que deságua no riacho estava aberto.
"Conversando com o pessoal da prefeitura, nós tomamos o procedimento de abrir uma sindicância para apurar a causa devida", diz Grisolia.
Bomba elétrica que deveria mandar resíduos para caixa estava quebrada no abatedouro de Jacutinga (MG) (Foto: Reprodução EPTV)Bomba elétrica que deveria mandar resíduos para caixa estava quebrada no abatedouro de Jacutinga (MG) (Foto: Reprodução EPTV)
De acordo com a Polícia Militar de Meio Ambiente, o abatedouro tem um Termo de Ajustamento de Conduta para funcionar, mas não tem licença ambiental para o descarte no córrego.
"Durante a fiscalização ambiental foi constatado ainda que o abatedouro está sem o licenciamento ambiental. Vai ser feito o auto de infração a respeito dessa irregularidade", explica o sargento Clodoaldo Evangelista Oliveira Júnior.
O córrego passa perto da casa do aposentado Valter Emílio da Fonseca, que diz que já viu a água ser polúida diversas vezes. "Muitas vezes eu filmei, consegui filmar eles lá. Estava vermelhinho o leito do rio. Nem era água, era sangue, só que era misturado com água", conta Fonseca.
O local atende o consumo interno de Jacutinga e mata cerca de 280 animais por mês. "Está provisoriamente encerrada a atividade até colocar o motor em funcionamento e apurarmos o que realmente aconteceu", completa o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente.
Segundo a PMMA, o matadouro foi multado em R$ 15 mil reais. Já a prefeitura da cidade suspendeu a captação de água num ponto abaixo do local.
Imagens feitas por vereador mostram o córrego contaminado pelos resíduos (Foto: Reprodução EPTV)Imagens feitas por vereador mostram o córrego contaminado pelos resíduos (Foto: Reprodução EPTV)


FONTE: G1 SUL DE MINAS

Ellen Braga visita alunas da escolinha de vôlei e fala dos desafios até chegar a Seleção

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

A jacutinguense investiu no esporte e hoje faz parte da Seleção Brasileira de Vôlei
         A Prefeitura, através do Departamento de Esportes, tem investido no esporte como alternativa social aos jovens, que encontram nas escolinhas a orientação necessária para se buscar um futuro melhor e mais promissor. As escolinhas de diversas modalidades tem se mostrado uma ferramenta eficiente de incentivo e capacitação dos jovens para o esporte.
         Prova disso é que os alunos das escolinhas tem demonstrado alto desempenho em competições disputadas na região, nas mais diversas modalidades. Um exemplo é o vôlei feminino que sagrou-se como grande campeã no Campeonato Interestadual da Liga ADR – Associação Desportiva Regional, no inicio de Agosto. Com os bons resultados colhidos, o incentivo e a evolução dos jovens atletas crescem ainda mais.
         Um super incentivo para as alunas da Escolinha de Vôlei dirigida pelos professores Natan Pieroni e Giovane Cavini foi a visita da jacutinguense Ellen Braga, jogadora que compõe a Seleção Brasileira de Vôlei, que esta semana esteve no Ginásio Poliesportivo Alderige Grossi, conversando com as jovens atletas que trouxeram o título para Jacutinga.
         Ellen é nascida em Jacutinga, filha de José Marcos Braga e Valéria Aparecida B. Vilas Boas Braga, irmão do professor de educação física Timóteo Braga e de José Marcos Braga Júnior, e durante sua visita ao Departamento de Esportes falou um pouco para às alunas da Escolinha de Vôlei sobre sua trajetória até chegar a Seleção. Ela comentou que o apoio familiar foi fundamental para que ela chegasse aonde chegou.
         A jacutinguense Ellen comentou que desde jovem sonhava em ser jogadora de vôlei, e empenhou-se para chegar onde queria. Aos 14 anos iniciou seu sonho, lutando por uma vaga na liga profissional através das categorias de base do Time de Osasco. Hoje Ellen atua pela equipe do SESI-SP, e há três anos recebeu a primeira convocação para a Seleção Brasileira de Vôlei. “É possível, basta vocês acreditarem que podem”, disse ela as alunas.

         A jovem e talentosa atacante da Seleção Brasileira de Vôlei e da equipe do SESI-SP, trouxe de presente para as meninas do vôlei, um kit de uniformes da Seleção, como forma de incentivá-las ainda mais as alunas da Escolinha de Vôlei, que já demonstraram serem capazes de superarem desafios, ao sagrarem-se campeãs na Lida ADR de vôlei. Muitas conquistas ainda estão por vir, e no que depender das atletas da Escolinha de Vôlei, a obra que não tardará a ser feita será a ampliação da sala de troféus do ginásio para acomodar todas as conquistas que virão tanto pelo vôlei quanto pelas demais modalidades.




Presidente da câmara de Itapira é afastado por uso particular de carro da câmara e nepotismo

terça-feira, 25 de agosto de 2015

A sessão desta terça-feira da Câmara Municipal de Itapira deverá ser comandada pelo vice-presidente da Mesa Diretora, vereador Maurício Cassimiro de Lima (PSDB).
Isso devido ao fato de que o titular da Presidência, Décio da Rocha Carvalho, o Zé Branco (PSB), foi afastado do cargo pela Justiça. A medida é fruto de uma ação civil pública que apura o uso irregular de um veículo oficial da Câmara para transportar a filha do vereador para uma consulta médica em Americana (SP).
Caso Lima opte por abrir mão do cargo, uma nova eleição será realizada para definir quem assume o posto vacante. Zé Branco foi afastado na sexta-feira (21) por uma liminar expedida pelo juíza Hélia Regina Pichotano, da 2ª Vara.
A filha do vereador que foi transportada no carro oficial, Verena Ancila da Rocha Carvalho, também foi afastada do cargo de assessora de gabinete da administração municipal. A liminar foi concedida atendendo a uma solicitação do Ministério Público. Os dois têm 15 dias para manifestação sobre a sentença. O afastamento, contudo, não prejudica seus salários.
Na sexta-feira, o presidente da Câmara se mostrou surpreso e disse que ainda não havia sido oficiado da decisão. O comunicado formal ocorreu na segunda-feira (24). Como cabe recurso, ainda existe a possibilidade de que a liminar seja derrubada a qualquer momento – até mesmo nesta terça-feira, antes da sessão ordinária. Com uma cadeira a menos caso Zé Branco não compareça à sessão, a vaga poderá ser assumida pelo primeiro suplente da coligação que o elegeu, que no caso é Tiago Fontolan (PR), que atualmente ocupa cargo comissionado na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.
Caso ele vá à Câmara, no entanto, terá de pedir exoneração do posto no governo municipal. Se Lima não aceitar assumir como presidente – condição automática proporcionada por sua posição de vice – uma nova eleição será convocada e ele perderá o cargo. Todos os demais vereadores poderão concorrer à vaga. Para a Justiça, a permanência de Zé Branco na Presidência do Legislativo poderia comprometer o andamento do processo de responsabilidade por lesão ao erário público e improbidade administrativa.
A LOMI (Lei Orgânica do Município de Itapira) define que cabe ao presidente da Câmara a responsabilidade por organizar e zelar pelos bens da Casa, assim como determinar como é o uso dos mesmos. A Lei Federal 8.429/1992 destaca como improbidade administrativa o ato do agente público permitir, sem observâncias legais ou formais, que bens públicos sejam usados de maneira particular. O texto também veta o uso, em obra ou serviço particular, de ‘veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer natureza, de propriedade ou à disposição’ do poder público.

FONTE: ITAPIRA NEWS

Secretaria de Saúde é invadida, tem seus arquivos danificados e botijão de gás furtado

sexta-feira, 21 de agosto de 2015







Na noite do último Domingo, a Secretaria de Saúde foi invadia duas vezes, sendo que a primeira delas ocorreu por volta das 22:00 horas do Domingo, quando janelas da Secretaria que dão acesso ao Departamento de Vigilância Sanitária foram danificadas, e o interior da repartição alcançada pelo invasor; e a segunda delas quando por volta das 4:00 horas da segunda feira, após danificarem a porta de entrada da Secretaria de Saúde, o indivíduo mais uma vez adentrou a repartição.
Como o local tem monitoramento eletrônico, tão logo foi identificada a invasão a empresa de monitoramento se deslocou até o local, se deparando com o individuo já deixando o local, pelo que o responsável pelo monitoramento naquela noite disse saber identificar o invasor. O invasor se feriu durante o arrombamento e várias marcas de sangue foram deixadas no local, e foram posteriormente colhidas para facilitar a identificação entre os suspeitos.
Na primeira invasão que ocorreu por volta das 22:00 horas de domingo, o invasor causou danos à algumas janelas da Secretaria de Saúde, além  de danos causados aos arquivos do Departamento de Vigilância Sanitária, uma vez que diversos documentos e pastas ficaram marcados com o sangue do invasor. Ele ainda jogou um botijão de gás da Secretaria pela janela, para dentro do estacionamento, que veio a ser posteriormente recolhido pelo servidor que foi chamado até o local quando da primeira ocorrência.
Na segunda ocorrência por volta das 4:00 horas de segunda, o invasor danificou a porta de entrada da Secretaria, e desta fez ele levou o botijão de gás que havia sido recolhido após o registro da primeira invasão. Foram causados danos ainda ao veículo Up da Secretaria de Saúde. No entanto, tudo leva a crer que esta invasão não se deu por conta do botijão, uma vez que havia no local um tablet, vários computadores e um aparelho de som, de valor superior ao botijão e nada foi levado.
Outro fato que causa estranheza é que o invasor mexeu em diversos arquivos da Vigilância Sanitária, pois marcas de sangue foram deixadas nos arquivos e em algumas pastas, o que leva a crer que o invasor estava em busca de algum documento em especial. Com a identificação do invasor, que poderá ser feita pelo funcionário do serviço de monitoramento, e comprovada pelo sangue recolhido no local, ele terá que dar explicações quanto ao real motivo da invasão e o que ele tanto procurava dentro dos arquivos do Departamento de Vigilância Sanitária, já que para ter acesso a qualquer documento da Prefeitura, basta que o interessado solicite sua cópia.
A administração acredita que esta invasão na Secretaria de Saúde tenha tido motivada por interesse político, pois nada de valor foi levado pelo invasor, além do botijão de gás. E as investigações continuam pelo que se acredita que em breve o invasor será identificado, e as reais motivações deste ato de vandalismo sejam conhecidas, pois esta invasão gerou prejuízos aos cofres da Prefeitura.

Delphi encerra suas atividades em Jacutinga


O Prefeito de Jacutinga, recebeu na tarde desta quinta feira, 20 de Agosto, em seu Gabinete, os Senhores Geraldo Edilson e Luiz Paulo Raele, Gerente e Diretor de operações da empresa Delphi Automotive – Unidade Jacutinga, que foram levar a triste notícia de que a empresa está encerrando suas atividades em Jacutinga.
         De acordo com o Gerente Sr. Geraldo, esta despedida deverá ser um até breve, pois assim que a situação econômica do Brasil se estabilizar, voltará à operar com uma unidade em Jacutinga. Ele agradeceu pelo tempo que a empresa esteve em Jacutinga, e por toda a ajuda prestada pelo Município ao grupo.
         

       O Prefeito Noé Rodrigues se colocou a disposição da empresa para que em vindo ela a retomar as suas atividades em jacutinga, o Município possa reatar a parceria mantida até então pela Prefeitura, de forma a voltarem a oferecer postos de trabalho em nosso município.

Prefeitos da região se reúnem para tratarem do Consórcio do Aterro Sanitário em Ouro Fino

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Reuniram-se na manhã desta terça-feira (18) no salão nobre da Prefeitura de Ouro Fino, prefeitos e representantes da região que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Aterro Sanitário, para discutir assunto referente ao andamento do Consorcio.
De acordo com o prefeito de Ouro Fino, Maurício Lemes de Carvalho, a reunião é obrigatória e deve ser realizada a cada seis meses. No encontro desta, o assunto tratado diz respeito ao andamento do projeto para a instalação do aterro sanitário, tendo como Ouro Fino o município que irá sediar o local.
“Este assunto é muito importante para a nossa região e a população em geral, visto que temos um prazo para acabar com os lixões e dar uma solução para o caso”, comentou o prefeito de Ouro Fino, Maurício Lemes de Carvalho.
Compõem o Consorcio Intermunicipal de Aterro Sanitário as cidades de Albertina, Bueno Brandão, Jacutinga, Inconfidentes, Monte Sião, Ouro Fino e Tocos do Mogi.
FONTE: Jornal Folha de Ouro Fino

02 Individuos e 01 menor é preso em Albertina passando notas falsas

terça-feira, 18 de agosto de 2015
IMAGEM ILUSTRATIVA

A Polícia militar de Albertina, foi acionada e compareceu no Auto Posto Albertina, onde a funcionaria relatou ter recebido uma nota de R$50,00 reais com suspeita de autenticidade (falsa) do Menor G.C.P.C de 15 anos, em diligencia a PM conseguiu localizar e abordar o menor e entrevista o mesmo delatou que vendeu um par de tênis ao autor C.H.A.B, 18 anos, sendo que recebeu pela venda duas notas de cinquenta reais falsas, durante diligencia logrou êxito também em localizar o autor C.H, que relatou aos Militares que repassou a notas falsificadas ao menor e que o mesmo tinha ciência, pois alguns dias atrás o autor J.A.R 20 nos havia lhe oferecido as notas informando ser falsificadas e as venderias pelo valor de R$ 50,00 reais em moeda corrente verdadeira, o ultimo autor foi localizado e confirmou o relato dos autores e ainda confessou que recebeu as notas no estabelecimento comercial, onde trabalha aos finais de semana, que vendeu as notas falsas para amenizar o prejuízo. Ante ao exposto os autores receberem voz de prisão e a menor voz de apreensão, sendo conduzidos até a presença do Delegado de Polícia Civil para demais providências.

Prefeitura fechará as portas dia 24 de Agosto em protesto a queda de repasses Federal e Estadual


Somente os serviços essenciais de saúde serão mantidos em funcionamento
            O Prefeito Noé Francisco Rodrigues vai aderir ao movimento encabeçado pela AMM – Associação Mineira dos Municípios e pela CNM – Conferência Nacional dos Municípios, e a Prefeitura fechara as suas portas na próxima segunda, 24 de Agosto. Serão interrompidos todos os serviços públicos prestados pelo Município, com exceção dos de urgência e emergência na saúde. A decisão foi tomada em uma reunião na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, com o objetivo de mostrar à população o arrocho financeiro vivido pelas prefeituras, que não tem recebido o respaldo dos governos Federal e Estadual.
            De acordo com o Prefeito Noé, a crise política vivida hoje no País, tem afunilado sobre as prefeituras que passou a assumir responsabilidades que são inerentes aos Governos Federal e Estadual, e ao mesmos tempo, vem sofrendo com os constantes cortes nos repasses municipais, especialmente no que diz respeito ao FPM – Fundo de Participação dos Municípios, e do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. “A nossa receita tem caído a cada dia e ao mesmo tempo a nossa despesa tem aumentado, pois os governos Federal e Estadual não têm cumprido seu papel, e na medida do possível nós temos assumido estas responsabilidades para a população não sofrer, mas isto tem se tornando insustentável”, comentou o Prefeito.
            Ele comentou ainda que a única alternativa encontrada foi a paralisação, para que a população tome conhecimento das dificuldades enfrentadas pelas Prefeituras. “Temos que tomar esta atitude. É preciso levar ao conhecimento da população o que queremos e quais são as nossas dificuldades”, comentou o Prefeito Noé, que ressaltou ainda a importância de passar a todos os cidadãos o motivo desta paralisação. Vale dizer que somente em Minas Gerais quase 500 Prefeituras fecharão suas portas, e na maioria destes municípios, até as rodovias serão interditadas como forma de chamar a atenção dos governos Estadual e Federal. “Fechar a MG-290 eu acho que seria inviável, pois traríamos transtornos aos cidadãos que fazem uso desta rodovia, e eles já têm sido sacrificados demais para terem que suportar mais este prejuízo”, concluiu o Prefeito Noé.
Cartilha
            A AMM se comprometeu a enviar aos Municípios que aderirem a paralização cartilhas esclarecendo à população sobre os motivos da paralisação, e as principais reivindicações das prefeituras mineiras. “Estes esclarecimentos são importantes para os municípios, pois é aqui que a população sofre os reflexos desta crise política”, comentou o Prefeito Noé Rodrigues. De acordo com o presidente da AMM, Antônio Júlio, a mobilização tente a crescer ainda mais a cada dia. “É um movimento que está surgindo naturalmente. Agora os prefeitos acordaram e nós, como gestores, não podemos arcar sozinhos com o ônus dos cortes e da dificuldade financeira”, argumentou o presidente da associação.
Folha de Pagamento

            Um dos grandes problemas enfrentados pelas prefeituras é quanto à folha de pagamento, pois com a queda da receita, o limite de gastos com pessoal que é de 54% da arrecadação também cai, e inevitavelmente ocorrerão demissões. Para diminuir as despesas com funcionários cedidos, foi proposto um projeto de lei estadual visando proibir a cessão de servidores da Prefeitura para o Estado, associações, fundações, órgãos públicos estaduais e federais, o que na teoria poderia amenizar o impacto sobre a folha, contudo, temos que levar em conta que em Jacutinga existem funcionários da prefeitura cedidos para o Fórum, Polícias Civil e Militar, Casa da Criança. Lar Américo Prado, APAE, dentre outras entidades que prestam serviços à nossa população, e se por um lado esta proibição dará fôlego à folha de pagamento da Prefeitura, por outro, trará enormes consequências aos serviços prestados a nossa população, especialmente aos mais carentes.

Policial se suicida no quartel em Monte Sião

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Por volta das 16:30 de ontem (16), a viatura da Policia Militar de Monte Sião tentou entrar em contato com o Policial Militar da Central, mas não tiveram nenhuma resposta e se deslocaram até o quartel e encontraram tudo fechado, arrebentaram a porta e ele estava sentado na cadeira com tiro de fuzil na cabeça.
O militar faleceu no local. Segundo informações o Militar enfrentava uma crise depressiva.

Ele tinha 48 anos, era casado e possuía um filho.

PM apreende diversas munições e arma de fogo durante mandado em Monte Sião,MG

sexta-feira, 14 de agosto de 2015


A Polícia Militar de Monte Sião na data de ontem, 13, durante "operação policial" de posse de mandados de busca e apreensão, compareceu em uma chácara no Bairro Laranjal, zona rural, onde em contato com o proprietário do imóvel V.J.S., 42 anos, pedreiro, e após cientificá-lo do referido mandado de busca e apreensão, foram realizadas buscas e localizados: 24 cartuchos deflagrados Cal 36; 01 cartucho deflagrado Cal 28; 19 cartuchos deflagrados Cal 32; 03 cartuchos carregados Cal 32; 02 munições intactas Cal 22 LR; 01 cinto de couro para acondicionamento de munições; 01 capa de nylon preta para arma portátil; 01 manuel de rifle semi automático 7022 e 01 punhal de 20 cm de lâmina.
Segundo o cidadão infrator possuía uma cartucheira Cal 36, a qual teria doado para o cidadão infrator B.A.P, 41 anos, tendo a guarnição policial deslocadoo até o Bairro dos Alves, onde em contato com o referido cidadão infrator, este relatou que o cidadão infrator V.J.S. havia negociado com ele por R$700,00, que foram pagos em troca de serviço.
Diante do exposto os dois autores foram presos e conduzidos juntamente com todo material apreendido a Delegacia de Polícia Civil, onde o fato foi registrado

Drogas são localizados em cadeia pública em Albertina-MG

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Em 11 de agosto a Polícia Militar por volta das 09:05 horas compareceu na cadeia pública localizada na área central, onde em contato com um agente penitenciário de 30 anos, este relatou que recebeu informação sobre um veículo marca Fiat, cor marrom, placa "cor vermelha", ocupado por dois cidadãos infratores haviam lançado algo para dentro do pátio do estabelecimento, e em vistoria no interior do pátio, foram localizadas 15 buchas de maconha embaladas em saco plástico.
O material localizado foi apreendido e encaminhado a Delegacia de Polícia Civil, sendo realizado intenso rastreamento no intuito de localizar o veículo porém sem êxito, sendo o fato registrado.

Cadastre-se abaixo e Receba os downloads em seu E-mail

Menu